Atividade no Dia Internacional da Mulher terá “feminicídio” como tema.

No dia 7 de março (quinta-feira), a partir das 9h, o SINTUFSCar promoverá uma atividade sobre o Dia Internacional da Mulher. A palestra “Feminicídio: está mesmo tão longe de nós?” contará com a presença de Marcela Moreira – sociológa, professora, ativista feminista e coordenadora do Instituto Voz Ativa; e de Sabrina Mazo D’Affonseca – professora do Departamento de Psicologia da UFSCar e membro do Laboratório de Análise e Prevenção da Violência (LAPREV).

Acreditamos que vocês já ouviram a expressão “o machismo mata”, mas, poucas vezes  questionamos sobre o que está por trás da morte violenta de uma mulher. A palavra “feminicídio” se refere ao assassinato de mulheres e meninas por questões de gênero, ou seja, em função do menosprezo ou discriminação à condição feminina.

As mortes violentas por razões de gênero são um fenômeno global e vitimizam mulheres todos os dias. No Estado de São Paulo, uma mulher é vítima de feminicídio a cada 60 horas. No primeiro semestre de 2018, 5.206 denúncias e relatos de violência recebidas pela Central de Atendimento à Mulher envolveram vítimas idosas.

Convidamos vocês para debaterem conosco este tema. Haverá café da manhã e um brinde para as mulheres presentes.

Contamos com a presença de vocês!

Comentários

comentários

Comentários não permitidos.

X