Esquenta da Greve Geral para mobilizar toda a população, acontece em 20 de junho.

Reunidos na manhã desta segunda-feira, 05, em São Paulo, líderes de dez centrais sindicais apontaram o dia 30 de junho para construir a Greve Geral. A decisão ainda passa por assembleias dos sindicatos para ser referendada.

O Esquenta da Greve Geral para mobilizar toda a população, acontece em 20 de junho. Devido à crise política que se agrava no governo ilegítimo de Michel Temer, a expectativa é de que a paralisação seja maior que o dia 28 de abril.

A Greve Geral tem como pauta a luta em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, contra as reformas da previdência e trabalhista, contra a terceirização indiscriminada e pelo #FORATEMER. De acordo com os líderes, caso o governo antecipe as votações, também serão antecipadas as manifestações.

Confira a nota das centrais:

Unidade e luta em defesa dos direitos

As centrais sindicais, (CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e A Pública- Central do Servidor), convocam todas as suas bases para o calendário de luta e indicam uma nova GREVE GERAL dia 30 de junho.

As centrais sindicais irão colocar força total na mobilização da greve em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, contra as reformas trabalhista e previdenciária, contra a terceirização indiscriminada e pelo #ForaTemer.

Dentro do calendário de luta, as centrais também convocam para o dia 20 de junho – O Esquenta Greve Geral, um dia de mobilização nacional pela convocação da greve geral.

Ficou definido também a produção de jornal unificado para a ampla mobilização da sociedade. E ficou agendada nova reunião para organização da greve geral para o dia 07 de junho de 2017, às 10h na sede do DIEESE.

 Agenda

– 06 a 23 de junho: Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da GREVE GERAL.

– Dia 20 de junho: Esquenta greve geral com atos e panfletagens das centrais sindicais;

– 30 de junho: GREVE GERAL.

CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil

CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros

CSP Conlutas – Central Sindical e Popular

CTB – Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil

CUT – Central Única dos Trabalhadores

Força Sindical

Intersindical – Central da Classe Trabalhadora

NCST – Nova Central Sindical de Trabalhadores

Pública – Central do Servidor

UGT – União Geral dos Trabalhadores

Foto: Luiz Carvalho

Assessoria de Comunicação FASUBRA Sindical

Comentários

comentários

Deixe um Comentário

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter message.

X